sábado, 14 de novembro de 2009

Semana

Durante a semana, vivo nesse mundo estranho,
Onde as pessoas buscam a felicidade e a paz,
No meio da trsiteza e do ódio, sem nunca verem,
Que tem alguém ao seu lado...

Todo fim de semana, escapo desse mundo,
Volto pra onde pertenço, sem notar o tempo...
Sem saber se ele corre, se ele parou,
Sem saber se ele voa, ou se ele ainda existe

Durante a semana, só tem uma coisa que me lembra do tempo:
As noites, a lua, os pesadelos... Se repetem uma vez por dia...
As noites, são minhas paz... A lua minha dor...
Os pesadelos, meu vício.

No fim de semana, volto a viver.
Em frente ao meu mundo,
Sorrio, choro, dou gargalhada, lacrimejo...
Em frente a esse mundo, lembro de você.

Durante a semana, vivo com porcos...
Imundos, não sabem o que fazem
Destroem, corroem, roubam, obscurecem a vida...
Invejo-os por viverem tão bem nessa escuridão...

No fim de semana, lembro-me de que posso viver...
A escuridão volta a ser meu lar... As sombras minha coberta,
O sangue corre novamente, a veia pulsa...
Volto a viver novamente...

Estou farto de viver nas sombras de uma semi-vida
Cansado de me esconder, quero voar com minhas asas,
Mostrar quem realmente sou, mostrar minha identidade...
Quero, enfim, pular a semana, e ir direto ao seu fim
Pra que eu possa sempre, ser um mesmo
Pra que eu possa sempre, viver...
Ou, pelo menos, achar que vivo.

Um comentário:

  1. hm... gostei (=

    só espero que eu não seja um desses porcos dos dias de semana u.ú

    ResponderExcluir